Qual é a tua voz?

Evangelho de João 1.1.

  1. De quem João fala? De “a Palavra” – ho Logos.

De acordo com Matthew Henry (1662-1714) em seu comentário, Jesus é chamado de “Palavra” neste versículo de abertura porque ele era o Filho de Deus enviado à Terra para revelar a mente de seu Pai ao mundo. Ele afirma que uma leitura clara do verso escrita por João Evangelista deve ser entendida como prova de que Jesus é Deus; que Jesus tem a mesma essência de Deus e existia com Deus Pai desde o princípio, o Verbo estava com Deus e o Verbo era Deus.

João 1.1 abre a seção maior às vezes descrita como “Prólogo a João” (João 1.1-1.18). O Prólogo trata de Jesus, o “Verbo feito carne” que “habitou entre nós” (João 1.14).

O grego é um idioma peculiar aos escritos de João. Veja 1Jo 1.1; Ap 19.13.

No entanto, alguns pensam que Cristo é destinado pela Palavra em Atos 20.32; Hb 4.12; Lc 1.2. A paráfrase de Caldee frequentemente chama o Messias Memra – a Palavra de Jeová, e fala de muitas coisas no Antigo Testamento, que dizem ser feitas pelo Senhor, como é feito por aquela Palavra do Senhor. Até mesmo os judeus vulgares foram ensinados que a Palavra de Deus foi o mesmo com Deus. O evangelista, no final de seu discurso (v. 18), claramente nos diz por que ele chama de Cristo a Palavra, porque ele é o Filho unigênito, que está no seio do Pai, e o declarou.

A palavra é dupla:

  1. a) Logos endiathetos – palavra concebida;
    b) E logos prophorikos – palavra proferida.

Textos supracitados:

  1. Logos endiathetos – palavra concebida

Jo 1.1 No princípio, era o Verbo (Palavra), e o Verbo (Palavra), estava com Deus, e o Verbo (Palavra), era Deus.

1Jo 1.1 O que era desde o princípio, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida

Ap 19.13 E estava vestido de uma veste salpicada de sangue, e o nome pelo qual se chama é a Palavra de Deus.

  1. E logos prophorikos – palavra proferida.

Lc 1.2 segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio e foram ministros da palavra,

At 20.32 Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele, que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados.

Hb 4.12 Porque a palavra de Deus é viva, e eficaz, e mais penetrante do que qualquer espada de dois gumes, e penetra até à divisão da alma, e do espírito, e das juntas e medulas, e é apta para discernir os pensamentos e intenções do coração.

  1. Existe a palavra concebida, isto é, o pensamento, que é o primeiro e único produto imediato e concepção da alma (todas as operações das quais são realizadas pelo pensamento), e é uma com a alma. E assim a segunda pessoa na Trindade é apropriadamente chamada a Palavra (Logos endiathetos – palavra concebida); porque ele é o primogênito do Pai, aquela eterna sabedoria essencial que o Senhor possuía, como a alma faz o seu pensamento, no princípio do seu caminho, Pv 8.22. Não há nada de que tenhamos mais certeza do que pensamos, no entanto, nada estamos mais no escuro do que como nós pensar; quem pode declarar a geração de pensamento na alma? Certamente, então, é bem possível que as gerações e os nascimentos da mente eterna sejam grandes mistérios da divindade, cujo fundo não podemos entender, enquanto ainda assim adoramos a profundidade.
  2. Existe a palavra pronunciada, e esta é a fala, a principal e mais natural indicação da mente. E assim Cristo é a Palavra (logos prophorikos – palavra proferida), pois por ele Deus nos últimos dias nos falou (Hb 1.2), e nos dirigiu para ouvi-lo, Mt 17.5. Ele tornou conhecida a mente de Deus para nós, assim como a palavra ou fala de um homem torna conhecidos seus pensamentos, até onde lhe agrada, e não mais. Cristo é chamado aquele orador maravilhoso (Dn 8.13), o orador de coisas escondidas e estranhas. Ele é a palavra falando de Deus para nós, e para Deus por nós. João Batista foi a voz, mas Cristo a Palavra: sendo a Palavra, ele é a Verdade, o Amém, a Testemunha fiel da mente de Deus.

Pr. Vicente Leite

 

Um abraço fraterno,

Em Cristo Jesus

Curso Básico em Teologia ONLINE

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.